Como otimizar o crescimento da sua lista de emails?

Marketing Digital, Métricas e Análise, Planejamento e estratégia | 22 de outubro de 2018

Por Anna Novaes

RSS
Follow by Email
Facebook
Facebook
Google+
DISPLAY_ULTIMATE_PLUS
Twitter

No post anterior falamos sobre algumas dicas de como chegar à caixa de entrada e as melhores e piores práticas a se fazer. Se você ainda não deu uma olhada, clique aqui!

Agora é hora de começar a fazer seu dinheiro crescer. E a primeira maneira de fazer isso é aumentando sua lista de emails marketing seguindo nossas dicas. 😉

Hora da faxina

Antes de chamar mais convidados, você precisa se certificar de que está preparado para eles. Chamamos de “faxina” por um bom motivo: temos de garantir de que a própria qualidade de sua lista de clientes esteja atualizada, seja mantida limpa e gerenciável. A excelente notícia é que provedores de serviços de email como o Mail Chimp ou o Eloqua administrarão isso para você. Como exemplo, endereços de email que não existem ou aqueles que retornam por várias vezes podem ser limpos por eles.

Então, quando falamos sobre estar pronto para o aumento da lista de seus clientes, em muitas plataformas de email essa lista de crescimento está gerando gastos, pois quanto maior a nossa lista, maior a cobrança pela quantidade de contatos.

E quanto maior nossa lista, algumas plataformas cobrarão pelo volume de movimentação. De toda forma não queremos pagar pelas pessoas que estão na nossa lista que basicamente não participam e ocupam espaço.

 

Cuide da lista de clientes inscritos

O tamanho da lista é representado pela quantidade de clientes que se inscreveram para receber suas atualizações. É recomendável que você envie com menos frequência. O que pode ser feito é o envio de duas ou três campanhas por ano, seja com uma queima de estoque, um desconto elevado ou uma época no ano em que sua empresa faz aniversário.

E certifique-se de que seja algo relevante para eles, com mensagens especiais ou até mesmo explícitas para fazê-los voltar e se envolver – caso queiram continuar a receber seus e-mails.

Supondo que você enviou um email para 100 pessoas e apenas 20 o abrem – uma taxa de abertura de 20%. Com isso, podemos considerar que de 35% a 40% de sua lista não abriu durante esse intervalo de tempo ou clicou e não realizou nenhuma compra em mais de um ano. Então considere cortar esses clientes considerados “inativos”.

 

Chame atenção

Tenha certeza de que você está chamando a atenção ou recebendo assinantes ou novos clientes em potencial, por exemplo. Você pode enviar um cupom de desconto ou então uma amostra de alguns dos seus produtos. Com isso, esse tipo de email acaba se tornando a receita número 1 do gerador de emails.

Mas fique atento a capacidade de entrega, pois isso é muito importante para o crescimento de sua lista. Monitore onde seus e-mails estão sendo direcionados, para que você possa fazer algo a respeito se problemas surgirem. As principais chaves para a veiculação da caixa de entrada são a alta taxa de abertura ou o alto envolvimento com as pessoas para quem você está enviando. Portanto, é claro, envie o conteúdo relevante, valioso e atraente para as pessoas que desejam recebê-lo.

Atente-se a frequência

Envie pelo menos uma vez por mês. Há uma boa razão para isso do ponto de vista de marketing. Os provedores de caixa de entrada, como o Yahoo e o Gmail, têm apenas 30 dias de memória da reputação do remetente. A reputação de remetente é sobre quantas pessoas receberam seu e-mail, abriram e clicaram nele, versus quantas pessoas receberam seu email e reclamaram que é spam.

Então, o que acontece se você enviou algo 32 dias atrás, e não tem nenhum envio em seu histórico nesses 30 dias? Você, tecnicamente fica de fora, perdendo sua reputação. Algum cliente ainda pode reclamar, fazendo com que sua taxa de reclamação dividida por envios fique alta, pois todos os seus envios saíram do prazo.

Faça uso dos 4P’s

Com eles você poderá otimizar o formulário de inscrição. Aqui estão:

1. Proeminência

Certifique-se de que você é muito estratégico sobre onde coloca seus formulários de opção. Um dos meios seria em colocá-lo no final do conteúdo e isso não significa necessariamente no final da página.

Outro método é a utilização de uma modal. Ela gera de 4 a 8 vezes mais inscrições do um formulário estático em sua página. Uma dica para que você empregue da forma certa: atrase, assim um cliente pode ler o conteúdo da sua página primeiro, até o ponto em que talvez eles parem ou possam sair da página. Com isso, você pode realmente abrir algo com base na intenção de saída.

2. Promessa

Você divulga novos produtos regularmente? Você faz anúncios de novos produtos? Qual é o conteúdo dos seus emails? Qual é a promessa de valor dos seus emails? Certifique-se em ter uma, pois é considerado como um primeiro passo muito importante.

Seja qual for o valor que você está entregando, essa é a sua oferta. Muitos sites de ecommerce oferecem um desconto em seu primeiro pedido e esse é o tipo de estratégia deles. Mas, no seu caso, há uma oportunidade de dar valor ao cliente por ser um “novato” na lista ou em ver novos produtos primeiro. Portanto, certifique-se de que seu email tenha valor e valorize esse valor para que as pessoas entrem.

3. Prova

Vamos supor que você envia um email a um cliente para se inscrever em seu site e se juntar a mais de 10.000 pessoas que recebem dicas quinzenais de marketing na web. A ideia é valiosa, mas o cliente pode se inscrever apenas por inscrever.

Isso não funciona, pois acaba prejudicando os números que estão mostrando lá. Ou, seja, é verdade que 10.000 pessoas se inscreveram, mesmo que não enviemos para todas elas. Então teste isso nas inscrições de seu próprio site e verifique se isso gera mais inscrições para sua empresa.

4. Perfilamento Progressivo

Você já deve ter visto vários sites com apenas um campo para um cliente se inscrever: insira seu email. E só. Isso é considerado muito ruim para quem pensa que apenas fazendo uso do email haverá um crescimento exponencial. Infelizmente, não sabemos nada sobre eles. O que procuram, loja mais próxima para que as ofertas e eventos relevantes sejam enviados. Busque pedir dados como nome, CEP – nada de endereço completo – ou um número de telefone.

Assim, este quarto P dá a você a chance de acompanhar os clientes. Sejam aqueles que preencheram, os que não preencheram totalmente ou os só tinham mesmo o campo email a ser preenchido. Para esse tipo de cliente você pode pedir posteriormente algumas dessas informações adicionais.

Isso é um crescimento orgânico. Com seu formulário de inscrição otimizado, você está perguntando sobre os locais, quais razões podemos enviar informações de acompanhamento.

Busque parcerias

Influenciadores de redes sociais ou então parceiros pelos quais tem um mercado-alvo em comum. No caso da parceria com uma empresa, você descobrirá o que talvez faça sentido a partir de um relacionamento simbiótico. Assim, você terá produtos diferentes. Isso fará sentido tanto para seus assinantes que compram em seus parceiros quanto para os assinantes do seu parceiro que compram de você.

Agora, digamos que você tem três empresas parceiras e oferece o mesmo valor ou troca para elas. O cliente poderá considerar o seguinte: “hum, eu posso conseguir isso sempre que quiser, porque todos estão me oferecendo“.  Portanto, certifique-se em apontar para algo que é exclusivo para essa parceria quando puder.